Elas existem! Saiba mais sobre as sacolas “plásticas” que ajudam o meio ambiente

//
Kevin Kumala e sua sacola biodegradável. Foto: Divulgação

As sacolinhas plásticas têm se tornado vilãs do meio ambiente. Seria ótimo se elas pudessem, na verdade, contribuir com a natureza. É pensando nisso que estão desenvolvendo sacolas biodegradáveis realmente feitas de produtos naturais.

É o caso do biólogo Kevin Kumala, da Indonésia, que desenvolveu uma sacola plástica que pode ir parar nos oceanos e sem causar danos ambientais. Não é uma maravilha? Ela é feita 100% de mandioca, o que a torna totalmente biodegradável.


Mas como ela não polui o oceano? Quando o material entra em contato com a água, ele se dissolve. Caso um animal marinho o ache antes de se dissolver completamente, ele ainda vai servir de alimento.

Kevin criou o produto em viagem a Bali, ilha em que nasceu, após retornar dos Estados Unidos e observar a imensa quantidade de acúmulo de lixo na região. A sacola foi um dos seus últimos produtos criados. Também são produzidos canudinhos, copos, pratos, talheres, capas de chuva e embalagens. Todos feitos de matéria-prima natural e compostável. Dessa forma, evitou-se a fabricação de mais de três toneladas de produtos não sustentáveis.

O trabalho vem dando tão certo que multinacionais como a Heineken e a rede hoteleira Accor Hotels já estão adquirindo a mercadoria produzida por Kumala. Esse é um grande passo para o mercado de plástico, já que as projeções para a poluição do oceano em poucos anos não são nada boas.

Brasil é um dos maiores produtores de lixo plástico

O Brasil, por exemplo, é o 4º maior produtor de lixo plástico do mundo. Atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia. Os dados são da WWF Brasil que aponta ainda que o país é um dos que menos recicla esse tipo de resíduo. Em 2019 foram gerados 11,3 milhões de toneladas de plástico, mas apenas 145 mil foram reciclados.

A reciclagem representa apenas 1,3% do lixo gerado no Brasil, muito abaixo da média mundial que é 9%. E ainda não é um número relevante em termos globais.

Diante desse cenário preocupante, ideias como a de Kumala vêm se espalhando pelo mundo. Com outras pessoas também correndo contra o tempo para desenvolver alternativas para a poluição plástica.

Estudantes brasileiros também desenvolvem sacola biodegradável

Aqui no Brasil, sete estudantes do primeiro ano do curso de Engenharia Química da UniSul desenvolveram um protótipo de sacolas biodegradáveis, feitas com base de amido retirado de produtos considerados abundantes no país. São eles cana-de-açúcar, milho, batata e mandioca. Esses “materiais” vão permitir que essas sacolas possam virar adubo depois que forem descartadas.

Foram feitas quatro tentativas na prática até chegarem ao produto final. Eles foram orientados pela doutora em Engenharia Química e professora Francielen Kuball Silva. O processo levou dois meses.

Acompanhe as últimas notícias do meio ambiente no Festival da Sustentabilidade!

2 comentários em “Elas existem! Saiba mais sobre as sacolas “plásticas” que ajudam o meio ambiente”

Deixe um comentário

BR4 Branding
Av. Cons. Julius Arp, 80
Bloco 11, Galpão 104
Centro, Nova Friburgo.